quinta-feira, 3 de maio de 2018

FOI DEUS, QUE DEU LUZ AO SOL, PERFUMOU AS AGUAS E PÔS O AZUL NAS ONDAS DO MAR. FOI DEUS QUE ME FEZ ASSIM E DEU LUTO ÁS ANDORINHAS

SÓ À ANDORINHA DEUS DEU LUTO
Flávio Anselmo: maio/2018
Deus deu luto às Andorinhas?.
Por quê, para que nunca esqueça,
quem em  vida deu-lhe tanta alegria?
Não pode ser obra dos Céus - eu diria;
obrigá-la a nunca desvestir o negro,
e que amarrada fique ao luto pelo preto
que nem é cor, só evoca ausência.
E nada brilha ou seduz, mas apenas.
Lembra a noite, onde não há luz.
Seja Andorinha revoltada,
serre as grades, chame a passarada,
Faça o maior alarde, anule a saudade
que, desde o voo final do amado,
 seu peito invade .
Mas não troque preto pelo branco
que representa a morte, evoca  paz,
e leveza mas não lhe enobrece
que não deixarão jamais
 você viver como merece .
Nas manhãs de sol e chuva,
ideais para a vivente viúva,
abra a janela e chegue à sacada,
Para ver o arco-íris de belas cores.
Sem destemores, inspire-se nele,
o melhor da vida é assim.,
enquanto um vai embora
Não se deve ir junto, Senhora.
Pois há o imenso conforto
De alar entre as cores reais
do arco-íris, sem esmorecer jamais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.