terça-feira, 29 de maio de 2018

OTERO CHORA E VAI EMBORA; ROGER GUEDES TODO RISONHO, FICA

 

GALO JOGA LOGO À NOITE NO RECIFE CONTRA SPORT SEM O GARÇOM OTERO, NEGOCIADO COM FUTEBOL DA ARÁBIA.

 

 

Para o compromisso desta quarta-feira, no Recife, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético já não vai contar com o maior "garçom" do ano em seu time;  com nove assistências, Rômulo Otero é o nome do momento no Galo, além de marcar quatro gols. Apelidado até de "Rei das Bolas Paradas", pela eficiência de seus chutes nas cobranças de escanteio e nas faltas fora da área. Otero vai jogar no Al-Wehda da Arábia Saudita que recentemente contratou Fábio Carille ex-técnico do Corinthians.

Apesar da perda, o diretor de futebol Alexandre Gallo se disse 'tranquilo'. e prometeu peça de reposição 'à altura' do meia venezuelano.

 

Gallo afirmou que a negociação, ainda,  está em andamento,  que não foi finalizada. -"A gente está tranquilo em relação a isso. Efetivamente, quando tivermos certeza, iremos passar para todos vocês, inclusive para a nossa torcida. Já estamos em busca de reposição à altura de atleta importante, bom jogador.", disse Gallo, em pronunciamento feito na tarde desta terça-feira, na Cidade do Galo.

 

O Al-Wehda, que recentemente tirou o técnico Fábio Carille do Corinthians, se interessou em comprar Otero em definitivo. No entanto, o clube saudita não chegou aos valores pedidos pelo Atlético.

 

A oferta máxima do Al-Wehda chegou a 8 milhões de euros (R$ 34 milhões), enquanto a direção do Galo pediu 10 milhões de euros (R$ 43 milhões) por 100% dos direitos. Diante do impasse, os árabes ofereceram 5 milhões de euros (R$ 21 milhões) pelo empréstimo de 12 meses, com opção de compra por mais 6 milhões de euros (R$ 26 milhões) ao fim do vínculo temporário.

 

A necessidade de reforçar o elenco do Atlético já foi exposta publicamente pela diretoria. Recentemente, o técnico Thiago Larghi admitiu que espera três ou quatro contratações caso não houvesse saídas de jogadores ou lesões mais graves. A prioridade são atletas para o setor ofensivo.

 

OTERO CHORA NA DESPEDIDA

 

Otero tinha várias razões para chorar ao se despedir dos companheiros na Cidade do Galo. Vai ganhar dinheiro bom no Al-Wheda, da Arábia Saudita, porém  não terá o carinho e apoio da torcida como teve junto à Massa atleticana e, por seu espírito alegre, simpático, criou clima de amizade com os demais companheiros de elenco e funcionários do clube.

No auditório do CT do Galo, ao lado do técnico Thiago Larghi, Otero se dirigiu aos companheiros de elenco em agradecimento. Ao voltar para o seu lugar nas cadeiras, não conseguiu segurar e chorou cascata de lágrimas.  


Otero foi emprestado até o fim de maio de 2019, e o clube árabe terá a opção de compra do seu passe. O Atlético receberá 5 milhões de euros (R$ 21 milhões) pelo vínculo temporário, e mais 6 milhões de euros (R$ 26 milhões) caso o Al-Wheda decida pela aquisição.

Otero tem vínculo definitivo com o Galo. Depois de contratá-lo por empréstimo ao Huachipato, do Chile, em 2016, o Atlético fechou a compra de 50% dos seus direitos por US$ 1,5 milhão em abril do ano passado. O valor aproximado em reais foi de R$ 4,5 milhões. Os chilenos são detentores da outra metade dos direitos.

Um dos principais nomes do Atlético, Otero fez 101 jogos pelo  Galo e se destacou não só por 21 gols, mas por 15 assistências no período. Este ano, foram quatro gols em 28 partidas.

 

OTERO FOI EMBORA MAS ROGER GUEDES FICA

 

Se a torcida encarou como barcaça cheia para aliviar financeira o clube, o diretor Alexandre Galo desmentiu a saída do atacante Roger Guedes, destaque do Atlético no Campeonato Brasileiro. Vai ficar até o fim da temporada. Gallo afirmou, ainda, que conversou com o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, e ouviu a promessa de que o jogador não será vendido nesta janela de transferências.

 

Na noite dessa segunda-feira, uma fonte revelou que o Al-Hilal, da Arábia Saudita, havia oferecido 9 milhões de euros (R$ 39 milhões) ao Palmeiras por Roger Guedes.  O passe de Roger Guedes está "fatiado" entre Palmeiras (25%) e Criciúma (75%). O Galo receberia 10% de uma transação por taxa de vitrine, pois tem contrato com o atacante até dezembro. O clube paulista tem os direitos federativos e autonomia para bater o martelo.

 

Outros nomes do Atlético,  envolvidos em especulações nos últimos dias, são:  os  zagueiros Gabriel e Bremer, os volantes Elias e Matheus Galdezani e o atacante Ricardo Oliveira foram citados em outros clubes. Alexandre Gallo, no entanto, afirmou que tudo não passa de boato.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.