segunda-feira, 2 de julho de 2018

BRASIL PEGA OUTRA PEDREIRA NAS QUARTAS, VEM AÍ A BÉLGICA

 

MÉXICO CONTINUA FREGUÊS E BRASIL ENFRENTA BELGICA NAS QUARTAS DE FINAL

 

O Brasil fez a sua melhor partida na Copa do Mundo contra o México. Foi frio e calculista no primeiro tempo, deixando os mexicanos gostarem do jogo, pensarem que estavam no comando , se desgastarem com correrias desnecessárias sob o calor de 34 graus,

enquanto isso Tite mandava seu time fechar os espaços, tocar a bola com inteligência, sem passes longos e com paciência à espera do momento certo, quando o adversário se cansasse para os botes decisivos, que vieram no segundo tempo, inteiramente dominado pelo Brasil.   

Na fase de enganação dos mexicanos, a Seleção teve Thiago Silva, Miranda e Felipe Luis seguros, enquanto Fagner tinha muito trabalho com os rápidos adversários que caíam no seu setor.

Casemiro à frente da zaga e Paulinho na ajuda a Felipe Luiz foram perfeitos. Do outro lado, William tentava ajudar Fagner, porém com grande dificuldade. Cresceu na fase final, a ponto de se tornar um dos melhores do jogo.

Na frente, Neymar pela esquerda e Gabriel Jesus no meio, voltavam até para marcar e enfrentavam as botinadas da Seleção do México com coragem. Philippe Coutinho, também, foi marcado com grande violência.

O goleiro Alisson na meta brasileira quase não teve trabalho e não fez nenhuma grande defesa. A bola não chegava lá. Em contrapartida, Ochoa na Meta Mexicana trabalhou muito e com boas defesas. ,  

No segundo tempo, mudou tudo. O Brasil explodiu em campo. William passou a se deslocar para o meio da área, para as pontas e infernizou a defesa do México.

Tite tirou Paulinho e colocou Fernandinho  para melhorar a marcação no meio campo e anulou os inícios das jogadas do time de Osório.   Num dos lances de ataque, Neymar recebeu de William que fechou para dentro e devolveu para ele. William entrou em velocidade pela esquerda e cruzou rasteiro. Ochoa foi na bola atrasado, ela passou e pegou Neymar e Gabriel  Jesus que entravam livres pelo meio. Neymar chegou primeiro e de carrinho fez 1 a 0, Brasil.

Aí o México se desmanchou de vez e abriu a caixa de ferramentas, distribuindo pancadas à vontade. E o Brasil mostrou o talento de Neymar, Gabriel Jesus, William, Casemiro e pouco de Philippe Coutinho, bem marcado, dominou inteiramente o jogo.

O segundo gol  teve de novo participação de Neymar, que recebeu de Fernandinho, entrou pela esquerda driblando e colocou nos pés de Roberto Firmino, que entrara no lugar de William, para marcar Brasil 2 a 0, aos 45m. O árbitro italiano deu mais seis minutos e o placar não saiu disso.

BRASIL  X BÉLGICA

Classificado , o Brasil esperou o jogo da tarde entre Bélgica e Japão para conhecer seu adversário nas quartas de final. Será a Bélgica, mas quase deu Japão. A Seleção asiática chegou a fazer 2 a 0, gols de Haraguchi e Kagawa, este com belo chute de fora da área.  

Em sete minutos no segundo tempo, o Japão abriu este placar de 2 a 0.

 Mas não suportou quando os belgas acordaram e partiram para cima. Empataram o jogo em 5 minutos, com Wertonghan, sem querer, e Fellanide, de cabeça, aos 25 e 29m.

Quando faltavam apenas 30 segundos, De Bruye puxou o contra-ataque, na ponta direita, lançou Lukaku, que fez o corta-luz e deixou Chadli sozinho na ponta esquerda para fazer  Bélgica 3 a 2, classificada para as quartas de final.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.