sexta-feira, 20 de julho de 2018

CUIDADO ADVERSÁRIOS, ARRASCAETA ESTÁ SOLTO DE NOVO

CRUZEIRO RETOMA CAMINHADA A TEMPO DE FAZER BOM SEGUNDO TEMPO E VENCER MAIS UMA VEZ O COELHO

Que o time estava em dívida com a torcida, ninguém discute e que no clássico de quinta-feira correu sério risco de continuar no vermelho com a China Azul; o primeiro tempo foi quase total do América, exceto pelos minutos finais quando o Cruzeiro reagiu e esteve perto do empate, pois perdia de 1 a 0, golaço do meio-campista Christian, que se aproveitou da única falha do zagueiro Dedé desde que voltou a jogar, após a contusão séria.

No segundo tempo, entretanto, os azuis fizeram a melhor apresentação deles este ano, puxados pelo talento de Arrascaeta, de volta da Copa do Mundo com a Seleção Uruguaia, e de Thiago Neves ocupando sua real posição de meia armador criativo.

O argentino Barcos estreou com a camisa 9, porém passou em branco, mas abriu espaços, movimentou-se muito e deu outra personalidade ao ataque cruzeirense.

O América abriu o placar aos 32 minutos, num golaço de Christian, mas o liso e esperto Arrascaeta, três minutos depois, empatou; ou seja, a Raposa não deu nem tempo do Coelho piscar para a Coelha.

Ainda salvou o imenso prestígio do zagueirão Dedé junto à torcida, porque falhara no lance do gol americano.

O segundo tempo foi todo azul: o Cruzeiro marcou dois gols e teve oportunidades de outros. Robinho, grata surpresa da partida, pois vinha só de jogos ruins, se superou. Marcou 2 a 1 aos 14m e o Cruzeiro estabeleceu 3 a 1 aos 19m com Raniel, que entrara no lugar de Barcos.

As mexidas de Mano Menezes que prometeu fazer rodízio na equipe, surtiram efeito: gostei de Ariel Cabral no meio-campo, mas não joga a próxima pois levou o terceiro amarelo.

Também Henrique não enfrenta o Atlético Furacão por causa dos três amarelos.

Barcos não teve chance de gol, porém aproximou bastante o ataque e Robinho foi destaque.

TRINCHEIRA: Após a 13ª rodada, o Atlético, apesar da derrota para o Grêmio (2 a 0) continua entre os quatro, em terceiro lugar. Perdeu a vice-liderança para o São Paulo (26 pontos) e ganha do Grêmio também com os mesmos 23 pontos do Galo pelo número de vitórias: 7 a 6. O Flamengo é o líder, ainda, com 27 pontos. Cruzeiro subiu para o 6º lugar com 21 pontos; e o América agora é o primeiro fora do buraco negro, com 14 pontos.

 

JOGOS DO FINAL DE SEMANA

 

No domingo, 22, o Cruzeiro volta a enfrentar o Atlético Furacão, agora pelo Brasileiro, no Mineirão, às 19h; o Atlético tem uma parada torta. Já está em São Paulo, para onde foi direto de Porto Alegre, para jogar contra o Palmeiras e o América irá à Curitiba, debaixo da friagem intolerável do Sul do País enfrentar o Paraná, penúltimo colocado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.