domingo, 1 de julho de 2018

TRINCHEIRA DO FLAVIO ANSELMO


EX-CAMPEÕES MUNDIAIS SÃO DESPACHADOS DA COPA DA RÚSSIA, E BRASIL TEM SUA CHANCE DE FICAR: BASTA VENCER O MÉXICO


TRINCHEIRA: SANTOS DEUSES DO FUTEBOL, SOPREM BONS VENTOS DO LADO BRASILEIRO NESTA SEGUNDA-FEIRA DURANTE O JOGO CONTRA OS MEXICANOS. POIS O QUE EU VI NESTE SÁBADO E DOMINGO, MOSTROU QUE A COISA TÁ FEIA PARA OS EX-CAMPEÕES DO MUNDO.

Argentina e Espanha deram adeus à Copa, eliminados por França e Rússia, o que salvou um  dos campeões mundiais, a França. Portugal foi eliminado pelo Uruguai, outro campeão. Restam Brasil e Inglaterra, pois a Itália não foi à Rússia, ficou nas eliminatórias.

Para esta partida contra a boa Seleção Mexicana os números alertam os brasileiros. Em Copas do Mundo, fomos bem contra eles: são 4 jogos, três vitórias e um empate. Empatar agora não dá, aí tem prorrogação e pênaltis.

O que o time de Tite tem que fazer é partir para cima, mas tomar cuidado com  os contra-ataques rápidos de Chicarito Jr e Lozano. Torcer para que Neymar faça o que não fez até agora na Copa: jogue como um dos maiores craques do mundo. E mire-se em Lionel Messi e Cristiano Ronaldo que fracassaram e foram eliminados.

O Brasil não terá Marcelo, o melhor lateral esquerdo do mundo, porém Felipe Luiz, que o substituiu no jogo anterior mostrou qualidades, como, também, William tirou as dúvidas quanto à sua escalação. Vamos que vamos, com o time completo ou não porque levo fé no Tite e ele saberá dar nó nos meninos levados do México.

Moscou – A festa na Rússia promete varar a noite pela classificação da Seleção  às quartas de final da Copa do Mundo neste domingo. A vaga veio nos pênaltis, na vitória por 4 a 3, depois de empate por 1 a 1 no tempo regulamentar e 0 a 0 na prorrogação. O goleiro Igor Akinfeev foi o destaque da partida, defendendo duas penalidades, sendo uma com os pés, relembrando Victor, na conquista da Libertadores pelo Atlético em 2013.
 A Espanha terminou os 90 minutos com 74% de posse de bola. Na prorrogação, subiu para 75%, insuficientes para o time a superar a Rússia, que se mostrou limitada, mas muito aguerrida.

Nas quartas de final, a Rússia enfrenta a Croácia, eliminou a Dinamarca também na cobrança de penais por 3 a 2, após empatar em 1 a 1 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação, quando teve chance de vencer, através de um pênalti cobrado por Modric e defendido por Schemecheti. Nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro croata, Dzubatic que defendeu três cobranças, enquanto Schemecheti pegou duas. Final, Croácia 3 a 2.

MARADONA EXIME MESSI DE CULPA E DIZ QUE ELIMINAÇÃO DA ARGENTINA ERA QUESTÃO DE TEMPO
Diego Armando Maradona eximiu Lionel Messi de culpa pela eliminação da Argentina na Copa do Mundo. O ex-jogador entende que o craque do Barcelona teve pouca colaboração dos companheiros de seleção e não gostou de vê-lo escalado como "falso 9" na derrota por 4 a 3, nos pênaltis, após 1 a 1 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação diante da França, sábado, em Kazan.

Maradona num programa esportivo "La Mano del Dios" da tevê venezuelana Telesur, o seguinte: "Achei que Lionel estava muito sozinho e longe do gol. Foi colocado para jogar de '9', mas tinha de armar o jogo e finalizar. Outra Copa do Mundo que se vai, nós a vimos passar e não nos deixou nada".
 O campeão do mundo em 1986 comparou Messi ao herói de histórias em quadrinhos popular na Argentina: "Parecia mais o Patoruzú. Somos só mais um timinho sem ele."

TÉCNICO MEXICANO ACHA O BRASIL MELHOR DO MUNDO, MAS NÃO TEM MEDO: VAI ENCARÁ-LO PARA VENCER.

Com a experiência de quem já trabalhou no futebol do país, à frente do São Paulo, o técnico do México, Juan Carlos Osório, não economizou nos elogios à Seleção Brasileira em sua entrevista coletiva prévia ao duelo das oitavas de final da Copa do Mundo, em Samara. Também apontou a equipe dirigida por Tite como a melhor do mundo.

"Acho que o Brasil é uma grande equipe, me atreveria a dizer que é a melhor do mundo, porque coletivamente todos os jogadores têm capacidade de controlar a bola e passá-la muito bem. Paulinho e Coutinho são fundamentais, e eles ainda têm até cinco atacantes de alto nível: Neymar, Willian, Coutinho, Gabriel Jesus e Douglas Costa.

Osório, porém, repetiu que tudo é possível no futebol para assegurar que os mexicanos podem superar a "barreira das oitavas de final. É um esporte em que qualquer equipe pode ganhar. O futebol não é o rúgbi, o basquete ou o beisebol. No futebol, você pode fazer um gol e ganhar uma partida. Às vezes, basta ter uma boa defesa".
"No futebol, você precisa incomodar a defesa adversária. Pretendo jogar com pelo menos quatro ofensivos e um que cumpre função mista. Nós sabemos que todos são capazes de atacar e gerar perigo ao Brasil. Tomara que controlemos o jogo e fiquemos com a bola", avisou Osório, avaliando que o México precisará incomodar a seleção brasileira se quiser avançar às quartas de final da Copa.

Além disso, o técnico da seleção mexicana tentou fugir de qualquer polêmica envolvendo Neymar, especialmente após Guardado declarar que o brasileiro simula faltas demais. "Pelo fair-play, espero que haja um bom árbitro. Não vou começar a criticar ninguém. Neymar é excelente jogador e apenas espero que o jogo seja justo e limpo. Vamos fazer o melhor de nós e focar apenas no jogo", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.