quinta-feira, 20 de setembro de 2018

DESDE O MUNDIAL DE 78 OS ARGENTINOS SABEM COMO É FÁCIL ROUBAR DOS BRASILEIROS

RAINHA HORTÊNCIA SOBE NO PÓDIO DA FAMA ELEITA A MELHOR DE TODOS OS MUNDIAIS DE BASQUETE FEMININO, COM 85% DOS VOTOS, PELA  SUA ATUAÇÃO NO MUNDIAL DE 94.

Sabem qual foi a pontuação da Hortência neste Mundial: 27,6 pontos por partida? A segunda atleta mais bem votada foi a australiana Laureen Jackson, bem longe da brasileiríssima rainha brasileira.

CASAGRANDE DESCLASSIFICA FELIPE MELO

0 ex-jogador Casagrande, agora comentarista de Rede Globo,  falou que  Felipe Melo, volante do Palmeiras, é jogador extremamente violento em campo e coloca em risco a integridade física de outros atletas. Segundo Casão, "fora isso, eu o queria no meu time, como titular absoluto."

DESCULPAS ESTRANHAS

O zagueiro do Vitória, Lucas Ribeiro, divulgou nas redes sociais pedido de desculpas ao público em geral depois que o vídeo íntimo  dele com um homem e uma mulher vazou pela Internet. Uma coisa é dele, tudo bem, mas como permitiu que fosse gravado? Estranho, não é?

RENATO OCUPA DUAS VAGAS

O bom volante do Santos, Renato, experiente e perto dos 40 anos passou a ocupar duas vagas no clube da Vila Belmiro. Assumiu o cargo de diretor executivo, no lugar de Ricardo Gomes que foi ser treinador do Bordeaux, e de capitão do time principal, comandado por Jair Ventura. Quem sabe com salários iguais ou melhores que os de Ricardo Gomes no futebol francês.

ARBITRAGEM FALSA DO PARAGUAI ROUBA DO CRUZEIRO E EXPULSA DEDÉ: BOCA FAZ 2 A 0.

 

 

A experiência que tenho, adquirida em quase 60 anos de janela em rádio e televisão, transmitindo futebol, me permitiu alertar antes da partida. O Estádio lá Bombonera mete medo em todo mundo: nos jogadores adversários, nas torcidas contrárias, na imprensa de outro País, e submete as autoridades do jogo às vontades da imensa massa de xeneizes  que lotam suas dependências. O falso árbitro Eber Aquino quando foi consultar o VAR sobre um lance normal que ele acompanhou - trombada entre Dedé e o goleiro Andrada - já sabia que expulsaria o zagueiro do Cruzeiro e ajudaria o Boca Juniors a sair do incômodo 0 a 0 da partida.

Foi sacanagem pura, escandaloso furto, que até a Imprensa argentina considerou injusta, porque a expulsão deu ao Boca o fortificante que precisava para vencer. Dedé expulso aos 30" do segundo tempo e o primeiro gol boquense marcado por Zárate aos 33.Na realidade, o Boca nem precisaria deste insólito empurrão pois jogava melhor contra adversário medroso e mal escalado. Aos 37m, o meiocampista  Perez, o melhor em campo, marcou 2 a 0, aproveitando-se de uma sobra na entrada da área e fuzilando sem apelação a meta de Fábio.. No jogo de volta, em BH, dia  26, o Cruzeiro precisa de vencer por 3 a 0, qualquer outro resultado deixa o Boca seguir em frente e tira o time celeste.

 

O Boca Juniors largou em vantagem nas quartas de final da Taça Libertadores. Jogando na Bombonera, nesta quarta-feira, os xeneizes contaram com noite inspirada de Pablo Pérez - que fez gol e deu assistência - e com um erro grave da arbitragem para superar o Cruzeiro por 2 a 0. No jogo de volta, dia 4 de outubro, no Mineirão, o time de Mano Menezes precisa devolver o placar para levar a decisão para os pênaltis. Para se classificar no tempo normal, a Raposa terá de vencer por três gols de diferença. Os argentinos jogam até por uma derrota por um gol para avançar na competição.

O primeiro tempo foi morno. No início, até parecia que seria bom para o Cruzeiro. Antes da primeira volta no relógio, Rafinha cobrou escanteio e Thiago Neves raspou de cabeça no pé da trave defendida por Andrada. Nos primeiros 30 minutos, a zaga conseguia controlar bem o ímpeto do Boca, principalmente com Dedé, que levou a melhor sobre Pavón em todos os lances. Ofensivamente, no entanto, o time não conseguiu evoluir nas jogadas, principalmente em função de passes errados no setor de meio-campo.

E foram justamente esses equívocos que fizeram com que a Raposa sofresse mais nos 15 minutos finais. Aos 35, Zárate tabelou com Pablo Pérez, aproveitou posicionamento errado da defesa celeste e, pela direita, tocou na saída de Fábio. O primeiro tempo terminou com 1 a 0 no placar da Bombonera.

 

O Cruzeiro voltou melhor para o segundo tempo e teve duas boas chances logo de cara. Aos dois minutos, Robinho cruzou para Thiago Neves, que estava livre de marcação. O meia tentou a cabeçada, mas não alcançou. No minuto seguinte, Rafinha foi lançado pelo lado esquerdo da área do Boca e bateu cruzado. A bola foi na direção do gol, e Barrios tirou em cima da linha.

Aos 12, Zárate bateu de longe, e a bola explodiu no pé da trave. Aos 29, Dedé recebeu cartão vermelho, após o árbitro consultar o VAR, depois de choque acidental de cabeça com cabeça entre o zagueiro e o goleiro Andrada . Aos 36, Pablo Pérez aproveitou um rebote da defesa e marcou o segundo gol do time argentino. E assim terminou a partida: 2 a 0 para o Boca Juniors.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.