segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

CRUZEIRO E ATLÉTICO PERDEM PATROCÍNIO MASTER DA CAIXA FEDERAL: E AGORA JOSÉ?




0 Brasil está numa crise federal, piorada dia-a-dia pelo pessimismo gerado na vitória da ultrajante direita de Bolsonaro: nem assumiu ainda a Presidência, mas espalha confusão e terror nas redes sociais por causa das maracutaias de seus filhos arrogantes eleitos para o Senado e as casas legislativas.
Isso só aumenta o desassombro que temos de enfrentar o futuro militar de novo.  Só que agora é Com todo País falido, moral e financeiramente, o futebol não seria exceção. Está nas primeiras páginas esportivas: Caixa Federal cancelou patrocínio máster nas camisas de Atlético e Cruzeiro. 
Havia acordo para o banco estatal permanecer pelo menos mais um ano com o patrocínio, porém o acórdão publicado no fim do mês passado pelo Tribunal de Contas da União definiu como irregular a prorrogação de contratos de patrocínio com os clubes. Cruzeiro e Atlético revelam que já abriram tratativas com outras empresas e os azuis adiantam que já existe até um patrocinador caminhando em sua trilha para pagar o mesmo ou próximo ao valor da Caixa, R$ 12 milhões por temporada.
TRINCHEIRA; Considerando o que os clubes pagam a alguns atletas, este patrocínio de um milhão mensal não vale nada. Só Rafael Sóbis no Cruzeiro come tudo sozinho. O América, também, tem contrato de patrocínio da Caixa, como são os casos de outros 12 times no futebol brasileiro. A própria Caixa informou que não prorroga contratos de patrocínio, mas os renova, após análises internas pertinentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.