sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

ESTE É O MAIOR EGOÍSTA DO FUTEBOL BRASILEIRO

Parte inferior do formulário
Neymar vê momento de retomada em novo ciclo da Seleção: "Temos que vencer"
Lesão e cirurgia meses antes da Copa do Mundo da Rússia, queda para a Bélgica nas quartas de final do Mundial, fama de "cai-cai" e nome fora da lista dos 10 melhores jogadores do mundo.

Para Neymar, o ano de 2018 foi difícil tanto no PSG, quanto na Seleção Brasileira. Mas, segundo ele, dias melhores virão.

Capitão definitivo da Seleção no pós-Copa, Neymar disse que o técnico Tite busca nova identidade ao time e que todos precisam entender e aceitar o ciclo natural de jogadores para os próximos anos. A saída, segundo o atacante, é vencer o que disputar pela frente.

TRINCHEIRA: Só que por causa de determinados convocados, para seguir com vitórias, é preciso combinar com os adversários.

Continuou Neymar: "– Foi ano difícil. Ano de muito aprendizado, difícil para mim, principalmente. O momento é de retomada. Sofremos  grande baque no meio do ano; foi complicado, principalmente para mim.

"-Agora a retomada é no jogo. É buscar forças, encontrar uma nova identidade, que fará o ciclo de jogadores mudar automaticamente. Temos que vencer, que isso é o mais importante" –

TRINCHEIRA: Veja bem, Neymar Jr, antes de mais nada é preciso acabar com o egoísmo dominante na Seleção Brasileira. Na sua primeira fala, você só afirmou "difícil para mim, principalmente". Uai, não foi para os demais jogadores, também? VC não foi eliminado sozinho na Copa, apesar do exceto de individualismo."

Neymar participou do jogo solidário "Futebol Contra a Fome",  em Uberlândia. Com a faixa de capitão no braço, participou dos seis amistosos disputados depois da Copa do Mundo (EUA, El Salvador, Arábia Saudita, Argentina, Uruguai e Camarões).
Para 2019, além de novos amistosos e início das Eliminatórias Sul-americanas, o Brasil irá disputar a Copa América em casa, em junho.
Para essa retomada com a Seleção, a conquista da competição está nos planos de Neymar.
– O ano vem com muitos objetivos a serem conquistados, muitos sonhos a serem buscados, e eu vou procurar fazer meu máximo não só dentro de campo. Buscar coisas que possam me fazer feliz também. Copa América está aí, é muito importante – relatou o craque à TV Integração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.