quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

PayPal Electronic Notification

 
 

 
Ag Promotion, here are your invoice details
 
 
 


PayPal

The following Paid Invoice Notice is delivered to you by PayPal Services.


Get Receipt
Thank you for using PayPal and here's your paid invoice.
Your personal PayPal Standard invoice has been paid and now accessible for download.

 Make sure you follow the link above to view in depth information.

 
PayPal
Account Security   |  Shop
 
twitter instagram facebook linkedin
 

Click the link to Unsubscribe

Make sure you don't respond to this e-mail. We are unable to react to questions delivered to this e-mail. For fast replies to your concerns, check out our Help by simply hitting "Support" located on any email.

 
 

PayPal is Licensed as a Funds Transferor by the Ny Department of Monetary Services. PayPal, Inc., NMLS #920437, Certificate #FB3341, Ma Foreign Transmittal Certificate. PayPal, Inc., Transmit Funds By Money Order By The Department of Consumer banking, Commonwealth of Pennsylvania. PayPal, Rhode Island Licensed Cash Transferor. PAYPAL, NHLS #920446, LICENSE #44866, IS LICENSED BY GEORGIA DEPARTMENT OF BUSINESS BANKING AND FINANCE. 

 
 
Copyright 2018 PayPal, Inc. All rights reserved. PayPal is located at 2215 N. First St., San Jose, CA 95251.

 

 
 

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

AMOR SEM LIMITE CABE EM QUALQUER LUGAR



                                     DECLARAÇÃO DE AMOR


Imagine, um dia escuro, apagado.
Ou uma noite sem estrelas
e sem a lua-cheia dos poetas.
Imagine a moça sem o doce balanço
a caminho do mar; e o mar bravio
de ressaca engolindo a praia.

Imagine a garota sem mini-saia,
Sem tatuagem no tornozelo,
Nem flerte do colega de sala.

Imagine o mundo sem música;
uma sabiá sem canto,
São Paulo sem a rua Augusta,
a Bahia sem aquele encanto;
Beagá sem Pampulha,
o Rio sem Ipanema,
Manaus sem a Amazônia
e Fortaleza sem Iracema.

Imagine a oração menos justa,
A cama  fria, solitária sem amor,
Por isso mais curta.
Imagine uma floresta queimada,
A terra não semeada, o pasto infestado.

Imagine a Natureza cansada,
Um homem desanimado,
uma mulher desamada.
Imagine todos os dias iguais,
As manhãs insensíveis.
Ou como são os olhos sem brilho e luzes
do garoto no parque sem patins, velotrol ou patinete,
e proibido de chupar picolé.

Imagine a Argentina sem tango,
O Brasil sem samba, futebol sem olé.
Imagine um velho sem amigos, nem amigas,
Aprisionado nas manhã de domingo,
numa cadeira de rodas.

.    Assim me sinto, menina, sem você ao meu lado.

Em compensação, menina, imagine
uma sinfonia de bem-te-vis e curiós;
Um riacho sonolento e límpido a serpentear
por entre galhos curvos e sedentos.
Imagine o sorriso largo da criança amada,
pés descalços, cabelos soltos dos nós.
Igual ave de arribação: no bom tempo pula nágua;
Debaixo de chuva, brinca na enxurrada.
Imagine a vida sem compromisso,
fazer amor de alma lavada,
Espíritos flutuando, corpos entregues

Imagine o lual na Copacabana dos velhos tempos,
Andar de bondinho de mãos dadas,
Ser ousado na galeria do Cine Alvorada.
e permitir um amasso atrás da árvore,
Fingir-se difícil, fazer beicinho e ficar zangada.
Imagine, eu sangue nas suas artérias,
Sabonete no seu banho,
escova de dente no seu armário.
Colírio nos seus olhos,
perfume do seu corpo.
Você, senhora no meu santuário.
Imagine como a imagino:
Adoçante do meu suco,
Dona dos lençóis de minha cama,
Canto dos meus cânticos,
Melodia das minhas canções,
Enlevo das minhas orações.
A minha emoção mais sentida.
                                               .Assim eu preciso
                                        que você seja, menina, por toda vida.




domingo, 6 de janeiro de 2019

MAL EDUCADO DE UM LADO E SEM EDUCAÇÃO DO OUTRO,



REUNIÃO NO CRUZEIRO PARA TRATAR VENDA DE ARRASCAETA QUASE ACABA EM PORRADA.


Com o grosso Itair Machado de um lado da mesa, o desmascarado Arrascaeta, junto com o seu empertigado empresário Daniel Fonseca, do outro, a reunião desta quinta-feira para tratar da proposta do Flamengo para levar o atacante uruguaio para a Gávea, quase se transformou numa briga de vale-tudo. 
.
O empresário de Arrascaeta se reuniu com o vice-presidente Itair Machado em duas oportunidades. A primeira aconteceu pela manhã. Daniel Fonseca, que intermediou as tratativas chegou a Toca da Raposa II, e em tom mais ríspido, afirmou que não conhecia o atual vice de futebol celeste. No seu estilo grosseiro, Itair não fez a mínima questão de ser educado e, com soco na mesa, disse logo que o meia não sai do Cruzeiro da maneira que o agente quer.
Daniel deixou a Toca da Raposa, ainda pela manhã, também irritado. Na primeira conversa que teve com Itair, além dos desentendimentos, nada conseguiu avançar em relação aos tratos entre Flamengo e Cruzeiro. Fonseca falou sobre valores, que giram em torno de 6 milhões de euros (R$ 25 milhões) – isso somente pelos 25% do time celeste. O total da oferta é de 10 milhões de euros por 50% do passe do uruguaio.
O REStante dos direitos econômicos do atleta estão divididos entre Supermercados BH (25%), e ainda com um investidor e o ex-clube Defensor-URU. Vale ressaltar que os números a princípio agradaram a diretoria cruzeirense. Saber, no entanto, que o dinheiro será transferido do Rio de Janeiro é que não caiu bem.
Daniel deixou a Toca e foi buscar Arrascaeta. O atleta chegou a Belo Horizonte no fim da manhã desta quinta-feira. Ambos saíram do Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, direto para o CT celeste. Um novo encontro com Itair estava agendado.
Arrascaeta sempre foi um garoto tímido. Isso, inclusive, foi um fator que atrapalhou sua adaptação ao Cruzeiro. O uruguaio claramente carrega a ideia de ouvir mais e falar menos. E foi assim que agiu na reunião. O próprio Itair ressaltou que Arrascaeta pouco falou. Mas alguma coisa ele disse.
Arrascaeta pediu para deixar Belo Horizonte e fechar com o clube do Rio de Janeiro. A motivação é o alto salário. O uruguaio ganha no Cruzeiro cerca de R$ 500 mil, portanto, os valores oferecidos pelos rubro-negros girariam na casa de R$ 1,5 milhão.
Arrascaeta e o agente deixaram a Toca II. O atleta deveria permanecer para reapresentar junto com o restante do elenco, mas, por motivação do empresário, foi embora. Sem Arrascaeta no CT, os advogados vão entrar em ação: Itair ressaltou que o departamento jurídico já está empenhado trabalhando na multa pela ausência. O jogador é aguardado na Toca II nesta sexta-feira.


sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Cruzeiro acerta patrocínio com a Multimarcas Consórcios



Esta minha Trincheira, como sempre foi o mote de meus comentários nos jornais, rádios e televisões, tem o cunho enxerido, intrometido de quem se intromete em assuntos que não lhe dizem respeito. Muita gente já me disse que ela deveria ficar apenas, como cronista esportivo que sou, no futebol, nos gramados ou na vida cotidiana dos clubes, sem se escorregar para os assuntos paralelos deles. Nada disso! Nasci pitaqueiro, sobrevivi revelando as mentiras que os cartolas escondem em suas trapaças.
Tostão, segundo me revelou sua esposa, durante o encontro nosso casual no Diamond Mal, tem apreço por mim, exatamente pela coragem que demonstro, ao lado de muita coerência, nos comentários diversos que faço. Obrigado Tusta, ele mesmo, muitas vezes, vítima de meus duros palpites.
Quando o Cruzeiro assinou fictício contrato de  patrocínio com o Supermercado BH, do cruzeirense Pedrinho, eu o critiquei. Sua grandeza ficara enfraquecida com a publicidade do supermercado pequeno sem apelo da elite. Depois soube que aquilo não era contrato de patrocínio coisa nenhuma. Fora arrumação de Zezé Perrela para levantar grana emprestada a fim de pagar dívidas do clube.
Depois o Supermercado BH emprestou mais dinheiro ao Cruzeiro e recebeu os direitos de meninos da base como garantia e quitação. O Cruzeiro ficou praticamente sem  suas categorias de base, todas entregues ao Pedrinho e ao BMG do atleticano Ricardo Guimarães.
Agora, esta  diretoria do presidente Wagner, cuja principal figura é o destrutivo Itair Machado, faz alvoroço para anunciar que assinou contrato de patrocínio com a Multimarcas Consórcios. Total anúncio de desprestígio, após ter na camisa famosa estrelada o nome da Caixa Econômica Federal. Tipo de patrocinador que desmerece qualquer portal onde está inserido.
A temporada de 2019 já começou com uma novidade para o torcida azul do Cruzeiro Esporte Clube. A Multimarcas Consórcios, tradicional empresa que atua na formação e administração de grupos de consórcios de bens móveis, imóveis e serviços, se junta ao clube celeste pelos próximos dois anos. A marca da instituição estará estampada nas costas da camisa estrelada, acima do número.

A novidade já aparecerá no primeiro jogo oficial da Raposa, marcado para o próximo dia 19, contra o Guarani, às 17h, no Farião, pela estreia no Campeonato Mineiro. Responsável direto por fechar o acordo, o Diretor Geral Sérgio Nonato enalteceu o contrato de patrocínio, que fortalecerá ainda mais o Clube neste ano.

Iniciamos 2019 com uma grande parceria com a Multimarcas Consórcios. Essa novidade já faz parte do nosso planejamento para a temporada, que será de muitos jogos importantes e que se fará necessário que estejamos preparados em todos os aspectos, desde no futebol, quanto no administrativo.
-" A chegada da Multimarcas só agregará ainda mais ao Clube, fazendo com que nos tornemos cada vez mais fortes e o principal de tudo: que conquistemos ainda mais títulos”, falou o dirigente.

Líder em Minas Gerais e 17ª no ranking do Banco Central do Brasil no âmbito do faturamento de taxa de administração entre as empresas de consórcio, a Multimarcas Consórcios terá nova era a partir desta parceria, conforme destaca o presidente da instituição, Fabiano Lopes.

Ele comentou que a grandeza do Cruzeiro dentro e fora de campo fará com que a empresa se torne ainda mais prestigiada no mercado.

A Multimarcas está presente em todos os estados do Brasil. Colocar a nossa marca num clube da grandeza do Cruzeiro é a certeza de estarmos no caminho certo. O Cruzeiro disputará  competições importantes. O Mineirão estará lotado em todos os jogos da Libertadores, por exemplo. Esperamos retorno publicitário grande e estou otimista. Será nova Multimarcas a partir deste patrocínio”, frisou.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

LEGADO DOS 70 ANOS DE IDADE



IDADE DA PRATA, DO OURO DO CHUMBO

Hoje, dia 18 de outubro de 2018, cheguei aos 75 anos.
Ou seria idade do Saber ou da confirmação?
Na verdade, a gente descobre aos 50 anos que mudanças ocorrerão em nossa vida; e elas, realmente, acontecem.
Não existe aquela história de prata na cabeça, ouro no bolso e chumbo no saco?
Você sabe que isso lhe acontecerá, mas não acredita.
Fica ali imaginando se nos anos que terá pela frente entrará na fase dos acréscimos dados pelo Árbitro (Deus)ou se chegará à prorrogação após passar dos 70.
E como será daqui pra frente após os 70?
Decisão nos pênaltis? E se empatar nessa decisão com o Destino e sobreviver , vai pra cobrança alternada pênaltis?
Que os 70 fazem parte da idade da confirmação de tudo que já se viveu, não há dúvida.
Derruba até aquela mentira da prata na cabeça, do ouro no bolso e do chumbo no saco.
Na cabeça a maioria de nós, setentões, ganhamos pista de pouso e decolagem de mosquitos, sujeita ao inclemente sol e ao câncer de pele cada vez atacando mais.
Nada de prata, portanto. No bolso, para mim pelo menos, não sobrou ouro, apenas as merrecas das aposentadorias do INSS e do Ipsemg. Benefícios que perdem até pro aumento dos salários mínimos, e abaixo da inflação.
Aí vem a verdade: chumbo no saco. A pior das confirmações e a que se arrasta por mais anos, desde que você ultrapassa os 60 anos.
Descobre que o Viagra de 20 já não resolve mais; porém, tem medo do de 50, recomendado pelo médico.
Se for diabético descobre que nem o de 50 e nem o de 100, ou, possivelmente, a tal infiltração no descansado membro, resolvem.
Ah, direis, como consolo: é a confirmação da idade da sabedoria acumulada pela experiência de anos e anos de janela de observação e convivência com as múltiplas excentricidades da vida. Que nada! A memória encurta. Com muita luta se consegue lembrar dos tortuosos caminhos percorridos nos bons tempos da adolescência e da mocidade.
Mas o tempo recente cai num lapso constante.
Depois dos 70, confirma-se rapidamente que a memória não lhe permite lembrar mais o último livro que leu há dias, qual o enredo dele e o seu o autor.
Pior se ele, autor,  é famoso. Mas não liga não, amigo!. O livro é porta do prazer da leitura. Apenas isso
Quando se mergulha na leitura, a gente passa por esta porta, entra no enredo, torna-se personagem. Vive mundo superior, prazeroso.
Livro serve pra isso e não para acordar seu espírito arrogante e vaidoso. Ou para torná-lo intelectual de boteco, chato, desmancha roda.
Cheguei aos 75 neste 18 de outubro, coincidente com o 18 de outubro de 1943, quando nasci na rua Raul Soares, ex-rua das Flores, em Caratinga.
Cheguei diabético, safenado, mas de espírito elevado. Altruísta, pacato, menos exigente com as coisas do mundo e comigo mesmo.
Sempre fiz o que gostaria de fazer como advogado e jornalista. Conheci gente de diversas facetas, cores e credos. Viajei bastante, plantei árvores e escrevi vários livros.
Tive filhos e netas. Só não vou pegar terço e sentar na varada de casa para rezar. Nem me postar diante da TV pra curtir novelas e mais novelas.
Pretendo tentar escrever as minhas próprias novelas,  e vencer os 70 e atingir os 80 e 90 com a mesma disposição, até passar dos 100.
Pretendo chegar aos 150 anos, só não sei dizer se isso tá na cartilha do Homem lá de cima. Das vezes em que o Ele tentou levar-me, esperneei feito menino birrento. E não subi.
Fiquei perto de subir, vi arco-íris de cores vivas e diferentes. Conversei com anjos, vi uma porta encimada por cores que não distingui. Porém, fiquei por aqui mesmo. 
Foram 46 dias de conversas desconexas, imaginação fértil no trabalho subjetivo, de um leito de UTI, sozinho, acompanhado tão-somente de meu anjo invisível de guarda.
Enquanto não resolvem lá em cima qual será o meu destino, vou ler o possível, e com minhas letras pintar a trilha aprofundada dentre a mata virgem que minha imaginação traça nos momentos de paz.