domingo, 6 de janeiro de 2019

MAL EDUCADO DE UM LADO E SEM EDUCAÇÃO DO OUTRO,



REUNIÃO NO CRUZEIRO PARA TRATAR VENDA DE ARRASCAETA QUASE ACABA EM PORRADA.


Com o grosso Itair Machado de um lado da mesa, o desmascarado Arrascaeta, junto com o seu empertigado empresário Daniel Fonseca, do outro, a reunião desta quinta-feira para tratar da proposta do Flamengo para levar o atacante uruguaio para a Gávea, quase se transformou numa briga de vale-tudo. 
.
O empresário de Arrascaeta se reuniu com o vice-presidente Itair Machado em duas oportunidades. A primeira aconteceu pela manhã. Daniel Fonseca, que intermediou as tratativas chegou a Toca da Raposa II, e em tom mais ríspido, afirmou que não conhecia o atual vice de futebol celeste. No seu estilo grosseiro, Itair não fez a mínima questão de ser educado e, com soco na mesa, disse logo que o meia não sai do Cruzeiro da maneira que o agente quer.
Daniel deixou a Toca da Raposa, ainda pela manhã, também irritado. Na primeira conversa que teve com Itair, além dos desentendimentos, nada conseguiu avançar em relação aos tratos entre Flamengo e Cruzeiro. Fonseca falou sobre valores, que giram em torno de 6 milhões de euros (R$ 25 milhões) – isso somente pelos 25% do time celeste. O total da oferta é de 10 milhões de euros por 50% do passe do uruguaio.
O REStante dos direitos econômicos do atleta estão divididos entre Supermercados BH (25%), e ainda com um investidor e o ex-clube Defensor-URU. Vale ressaltar que os números a princípio agradaram a diretoria cruzeirense. Saber, no entanto, que o dinheiro será transferido do Rio de Janeiro é que não caiu bem.
Daniel deixou a Toca e foi buscar Arrascaeta. O atleta chegou a Belo Horizonte no fim da manhã desta quinta-feira. Ambos saíram do Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, direto para o CT celeste. Um novo encontro com Itair estava agendado.
Arrascaeta sempre foi um garoto tímido. Isso, inclusive, foi um fator que atrapalhou sua adaptação ao Cruzeiro. O uruguaio claramente carrega a ideia de ouvir mais e falar menos. E foi assim que agiu na reunião. O próprio Itair ressaltou que Arrascaeta pouco falou. Mas alguma coisa ele disse.
Arrascaeta pediu para deixar Belo Horizonte e fechar com o clube do Rio de Janeiro. A motivação é o alto salário. O uruguaio ganha no Cruzeiro cerca de R$ 500 mil, portanto, os valores oferecidos pelos rubro-negros girariam na casa de R$ 1,5 milhão.
Arrascaeta e o agente deixaram a Toca II. O atleta deveria permanecer para reapresentar junto com o restante do elenco, mas, por motivação do empresário, foi embora. Sem Arrascaeta no CT, os advogados vão entrar em ação: Itair ressaltou que o departamento jurídico já está empenhado trabalhando na multa pela ausência. O jogador é aguardado na Toca II nesta sexta-feira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.